sexta-feira, 8 de maio de 2009

Dia das Mães

Me considero uma pessoa pirivilegiada. Não tive uma mãe, mas sim três! Pode parecer estranho à primeira vista, mas vou esplicar minhas mães, uma a uma:

1 – Minha mãe: Minha mãe é fantástica, admiro-a demais por tudo o que fez e pelo que deixou de fazer por ela para que nós tivéssemos algo a mais. Com 54 anos, é uma pessoa que faz questão de aprender sempre, seja o significado de palavras até então desconhecidas de um livro, seja um assunto de "cultura de boteco", estudo de religião, culinária, qualquer coisa. E mantém um espírito jovem, se enturma numa roda só com amigos meus e dos meus irmãos mais novos, e daí a pouco são todos amigos dela! Quando começamos a conversar, perdemos a noção do tempo. Quantas vezes nos assustamos com o dia clareando e a gente ainda rindo e batendo papo! É na casa dela que me desligo do mundo, que descanso, recarrego as baterias...

2 – Minha avó: Sempre moramos junto com minha avó e eu era declaradamente a neta predileta. Sempre fui protegida, mimada, mas não "estragada". Ela mudou de condição quando eu tinha 15 anos. Digo mudou de condição porque sei que não partiu. Sinto minha avó presente o tempo todo, mas principalmente quando mais preciso. Num dia muito triste, quando abri o guarda-roupa, caiu um pacote de cartões, e de dentro do pacote caiu um, o último que ela me deu. Nele estava escrito: "Não importa onde eu esteja, estarei sempre cuidando de você. Vovó Lourdes"

3 – Minha tia/madrinha: Sabe aquela pessoa que você sabe que pode contar? Minha tia demorou a ter filhos, enquanto se dedicava à carreira dizia que não precisava ter filhos porque tinha a mim como filha. A filha mais velha dela é da idade do meu filho mais velho. Por ter, na época, as manhãs livres, era com ela que eu ia para o clube todos os dias, e só ela tinha a paciência necessária para ir às matinês do Carnaval do Barroca levando uma certa ciganinha à tiracolo... Temos uma relação extremamente próximas. Moramos a 200km de distância, mas conversamos pelo menos duas vezes por semana por mais de 1hora.

No Dia das Mães, é impossível não pensar nas três. Mulheres normais, com qualidades e defeitos, com garra e fraquezas, com momentos de alegria, de impaciência, de tudo o que representaram e representam na minha vida, e no quanto foram importantes para que eu me tornasse que eu sou hoje.

Feliz Dia das Mães às minhas três mães!

E Feliz Dia das Mães à todas vocês que são ou que sonham ser mães!

Beijos!

5 comentários:

Ruby Fernandes disse...

Amiga, que privilégio, benza Deus! Parabéns para você também querida.

dollystar disse...

Nossa que legal, isso quer dizer que vc tem tb muito amor para dar!
Feliz dias das Mães!
bjs

Ví por aí... disse...

Concordo com a Ruby...
Privilégio messsssssmo...
Parabéns pois isso realmente é para poucas!!!
Comecei a fazer um post sobre feng shui para te dar um help...
Depois, dá um pulinho lá para conferir,tá?
Bjkas da Jô

Ví por aí... disse...

kkkkkkkkkk
Espero que as dicas sirvam p/ vc!!!
Bjkas!!!

Sutana disse...

Sandra, vou postar hoje o selindo dos desafios que vc me mandou dia 21/04, mil desculpas pela demora...beijos