domingo, 7 de março de 2010

Tô mal!


Eu tenho uma outra casa, que fiz nos fundos da casa da minha mãe, em Ponte Nova. Como é uma casa que eu ainda não uso, acabou se tornando uma extensão da casa da minha mãe. É uma casa pequena, mas muito aconchegante. Cada detalhe na construção dessa casa foi pensado e escolhido com carinho. Muitas das coisas que eu faço são para esta casa e estão guardadas em um armário esperando a hora de irem todas para o seu lugar. Mês passado eu comecei efetivamente o projeto de decorar a casa. Começamos a estudar cada cantinho, defini o estilo de cada cômodo e já estava pesquisando os móveis que compraria, alguns que eu iria reaproveitar pintando... a casa ia finalmente virar uma casa.
Ontem meu irmão me ligou desorientado. Chegou em casa e encontrou a porta da cozinha da minha casa arrombada. Haviam quebrado a porta toda. Na casa da minha mãe tentaram entrar, mas não conseguiram, ou não deu tempo. O que roubaram não foi nada de grande valor, levaram alguns eletrodomésticos, roupas de uso pessoal, cama e banho, travesseiros, o problema maior é a insegurança. Como vou colocar a minha casa lá toda lindinha e equipada e sair tranquila?
Outra preocupação é com minha mãe, que passa a maior parte do tempo sozinha, e por sorte tinha ido para o Rio passar o aniversário da minha irmã com ela.
Amanhã será instalada uma cerca elétrica e um sistema de alarme. E o que fica na minha cabeça é: Será suficiente?
Não gosto de falar de coisas tristes, mas tinha que desabafar.
Beijos!

13 comentários:

Deusa disse...

Que pena.....
Sabe que meu sonho sempre foi morar em uma casa com jardim,churrasqueira,piscina,mas nunca tivemos confiança suficiente pra isso,sempre nos lembramos da parte mais dura da coisa que e o fato de morarmos no Brasil,um pais que deixa impune criminosos,sim porque a policia prende a justiça solta.O idéal para sua mãe seria morar em um prédio....sinto muito dizer isto mas.....a cerca eletrica inibe os criminosos,ja ajuda bastante.
Deusa
vasinhos coloridos

So artes disse...

Puxa querida, que coisa chata mesmo...esse sentimento de insegurança é pior do que de ter perdido coisas materiais, pois estas com o tempo se recupera. Talvez o esquema de segurança ajude a afastar os bandidos e provavelmente sabiam que sua mae nao estariam em casa.....sei lá....
Fica aqui meu apoio e triteza pelo acontecido.
beijos
Soraia Melo

Nathalia disse...

Ai Sandra, sei bem como é isso, a gente se sente tão fraca e tão esquecida pela justiça, né? Dá vontade de largar tudo e sumir. Mas fica tranquila, Deus envia seus anjos para nos protegerem sempre. A gente é que às vezes não perceber... Beijão!

Sô Amélia e sô digitáar ! ® disse...

A benção maior foi Deus ter livrado sua mãezinha de qqer mal...
Infelizmente não é nada agradável ser roubada ou ter sua vida invadida por esses seres...mas o temor maior é pela vida.
Cuide bem de suas coisinhas e de sua mãezinha, tá?!
Felicidades...
Um bejim,
da Vinni

Sonia Facion disse...

Oi Sandra!!!

Que chato, mas dê graças a Deus por sua mãe que não estava lá, nunca se sabe que esses usurpadores pode fazer.

Mas tenha certeza que eles entraram poque não tinha ninguém.

Não fique pensando assim, pois em nenhum lugar estamos seguros, só Deus mesmo para nos proteger desses usurpadores.

Falo isso pq já sofri esse tipo de abuso tbm a dois anos atrás, mas a vida tem que continuar e e temos que ter fé que não vai acontecer mais.

Que o Senhor derrame da sua graça sobre a sua vida e te dê paz para continuar.

Bjks

Sonia

Ví por aí... disse...

É amiga, doooose...
Esse fato me fez lembrar que sempre que mostro fotos de casas com janelões imeeeeeeeeeensos de vidro p/ marido, ele diz: Isso não é p/ Brasil......
E sabe que isso me faz achar que infelizmente, ele tem razão???
Os bandidos estão livres...nós não estamos!!!!
Graças a Deus, sua mãe não estava por lá e nada de mal acontecera a ela!!!!
Que Deus a abençõe!!!!
Mas entendo toda a sua preocupação...
Está certa em usar a cerca elétrica...
Na casa da minha mãe também tem...
E o pessoal da segurança ainda colocou um esqueminha em que quando o alarme da cerca dispara, o telefone residencial ou celular de 4 parentes que escolhemos e também na Delegacia toca, simultaneamente...Um dia, um pássaro bateu nela enquanto o dia estava amanhecendo...não demorou, se formou o esquadrão na porta da casa dela...polícia com alarme ligado e tudo mais...(vê-se que nem sempre a polícia é ineficiente!!!!!)...Veja se tem como fazer esse esqueminha lá tam´bem...
Também tem aqueles vigilantes na moto...talvez a rua dela ou uma rua próxima tenha o serviço...é bom tentar contratar esse serviço tam´bem...
Ah, e tem também em algumas cidades, a ronda policial planejada...vc avisa que vai viajar na Delegacia e eles programam policiais da ronda para de tempos em tempos passar pelo local...algumas pessoas não sabem desse serviço...
Como vivemos na estrada...taí uma coisa que marido se preocupa...ao sair de casa, se tem muita gente na rua ele não coloca as malas no carro...espera o povo dispersar e depois sim, viajamos...
Ele fala que o povo fica de olho...e nao deixa de ser verdade...
Bom, entendo completamente sua chateação...não é p/ menos!!!!!!
Quanto aos bens materiais..."mais tem Deus para dar que o dito cujo, carcará, sanguinolento para tomar!!!!"...
E sua mãe, pode ter certeza que me lembrarei de orar por ela...por sua proteção!
Bjkas e um forte abraço com afago no seu coração!!!!

Entrelaçando Chiconuelas disse...

Oi Sandra que situação difícil...ainda bem que não aconteceu nada a vocês, isso é o que importa.
Desculpe a demora para entrar em contato com você, é que eu estava viajando. Estou muito feliz e grata por ser a ganhadora do concurso ainda mais junto com a Sonia que é uma pessoa muito especial pra mim, é a primera vez que ganho algo na net. Mando meu endereço para seu e-mail ainda hoje.
Beijos em seu coração e obrigada

Carol

Sandra disse...

Meninas, muito obrigada pelo apoio!
Com certeza sabiam que a casa estava vazia e por isso mesmo, minha mãe, andeja como ela só, resolveu ficar mais tempo em casa. Esse ano ela não deve ter ficado 15 dias lá...
Mas hoje ela está de volta e todo o aparato de segurança já vai ser montado: cerca elétrica, alarme monitorado... Na rua já tem vigia, mas a idéia que a Jô deu de cada vez que ela viajar avisar a polícia é ótima.
Além disso, agora a vizinha também tem a chave de casa para qualquer emergência.
E pensar que a rua da minha mãe é considerada tranquila...
Beijos!

eliza disse...

Olá ,que coisa mais chata amiga!Mas Graças a Deus não aconteceu nada pior,os bens sempre se repõem,não é?Passei para desejar-te um Dia da Mulher Maravilhoso e abençoado !Bjus

Cin disse...

É realmente um sentimento muito ruim. Impotencia, acho que é o pior. Dou gracas a Deus que minha familia mora em cidade pequena no Brasil, mas mesmo assim nao é garantia nenhuma de seguranca. Isso é uma das coias que eu realmente gosto aqui. Nao ter que me preocupar com isso.
Sinto muito, agora é pensar que gracas a Deus nada de pior aconteceu...

Bjs

Maria disse...

Sandra,
Não se tem sossego nem em nossa casa. Graças a Deus tds estão bem.
Vim convidá-la para participar do sorteio do meu blog. Já sou sua seguidora e me sentiria honrada com sua participação.
bj
http://noveloscoloridos.blogspot.com

Lívia Cunha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lívia Cunha disse...

Uma pena tudo isto...eu tbém já passei por isto.O que vc faz em Barra Longa???Eu tenho uma familia enormeeeeeeeeeee em Ponte Nova e vou sempre pra Guaraciaba.Adorei seu blog...estou esperando uma visita,tá???
Bjos e um prazer te conhecer.
Lívia