quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Corujinhas me perseguem

Eu já estava acostumada a receber a visita delas na minha antiga casa (até mostrei aqui um filhote que foi parar no meu banheiro), mas foi a primeira vez que elas apareceram nesta casa. Não sei onde é o ninho, sei que não é no meu telhado, porque não há lugar propício, mas foi na minha varanda que o filhote veio parar.
Novinho, acuado, eu ia tirando as fotos e ele quietinho, me acompanhando com o olhar. Acompanhou cada movimento meu, com aquele estranho objeto nas mãos. Não sei dizer quem tinha mais medo de um ataque ou mais curiosidade.

Quando me afastei um pouco, começou sua tentativa de voar. Ainda estava aprendendo e teve uma grande dificuldade em subir a altura de 1 metro, necessária para que ele saísse de casa. Sorte que o gato que costuma passear por aqui andava por outros quintais.
E lá se foi mais um filhote em sua aventura noturna!

5 comentários:

Veronica Kraemer disse...

Que coisa mais fofa, Sandroca!
Eu amo corujas!
Beijosssssssss
Vero

Elza Carrara disse...

Ai que coisa mais linda. A natureza é mesmo perfeita quando olhada assim de pertinho :)
Sabe que parece até que ele estava fazendo pose? rsrs
Um dia apareceu uma aqui em casa, estava dormindo num sono tão pesado que marido fez cafuné nela. Foi lindo!!!
bjs

Tauana disse...

Que amor... bjokas

Anônimo disse...

hey your blog design is very nice, clean and fresh and with updated content, make people feel peace and I always like browsing your site.

Mariana disse...

Hahahaha que coisa mais fofa!!!!!! Poxa, eu nunca nem vi uma coruja de perto rs queria q um desse aparecesse aqui em casa rsrs eu ia querer pra mim rsrsrsrs adoro seu blog, to seguindo bjs