quarta-feira, 8 de julho de 2009

A cerimônia de adeus a Michael Jackson

Quando a família de Michael Jackson comunicou que haveria um tributo ao Rei do Pop, sinceramente pensei que seria a coisa mais descabida do mundo. Como poderia haver um velório e um show ao mesmo tempo? Mas o que vi ontem foi algo realmente digno de Michael. Uma produção emocionante, sem que possa ser feita qualquer crítica negativa. Simplesmente emoção, do início ao fim. Depoimentos de amigos, homenagem dos artistas, a entrada do caixão, o silêncio respeitoso dos fãs, o abraço sofrido da família. E quando se pensava que We are the World seria o ponto máximo, Paris nos mostra que uma simples frase, de improviso, pode ser muito maior.

"Só queria dizer que, desde que eu nasci, o papai foi o melhor pai que eu poderia imaginar. Só queria dizer que eu te amo tanto"

Paris me levou às lágrimas. E acredito que a todos. Não apenas uma vez, mas todas as vezes que a ouvi. Palvras, simples, sinceras e carregadas de muito sofrimento.

Se para mim antes, falar de Michael Jackson me levava à imagem do dançarino de Thriller, hoje esta imagem está colada à de Paris.

Se a vida de Michael foi um show, sua morte foi realmente o ato final. O tributo, o fechar das cortinas. Mas o espetáculo, o Rei do Pop, fica vivo na memória de todos...

Hoje é possível entender a frase "Elvis não morreu". Mas terá que ser substituído por "Elvis e Michael não morreram".

E vocês, como viram o adeus a Michael Jackson?


2 comentários:

jardim das alamandas disse...

Foi tudo muito lindo mesmo, digno de um Rei.Ele merece tudo isso e muito mais.Que ele descanse nos braços do Pai.
Bj EDNA

Rose disse...

Oi Sandra!
Temos a mesma opinião sobre o velório.....também achei que seria demais, mas foi na medida certa, sem ares de show.
O depoimento da filhinha dele realmente foi emocionante.....tive muita dó dela e ainda mais dele, pois hoje a gente vê o quanto infeliz ele foi.
Hoje recebi um email sobre a morte/libertação dele que achei muito legal, se eu achar seu email por aqui, te mando.....é muito verdadeiro, bonito e triste.
Como eu havia dito, espero que Deus leve em conta tanto sofrimento para relevar os seus pecados.
Beijos.