sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Renato Russo - O filho da Revolução

O livro de Carlos Marcelo foi escrito para quem é fã, mas também para quem não é.
A biografia de Renato Manfrdini Júnior é narrada ao mesmo tempo que o autor descreve a formação da sociedade brasiliense. Paralela à formação do Aborto Elétrico, e mais tarde, da Legião Urbana, está o surgimento de várias bandas, que culminaram na explosão do rock nacional, no começo dos anos 80.
A revolução cultural acaba por fazer parte de um período de transformações políticas e sociais.
O amadurecimento de uma geração criada em uma cidade planejada, que valorizava o saber, a cultura , e trazia de todo o território nacional e do exterior tudo o que julgasse necessário, fez surgir jovens contestadores.
Renato foi um deles. O ídolo de gerações surpreende por, anos após a sua morte, suas músicas ainda continuarem atuais, conquistando quem nem mesma havia nascido quando ele morreu.
Culto, inteligente e sem papas na língua. Renato falava e fazia o que queria. Mas também havia outro Renato, alcóolatra, drogado, cheio de conflitos pessoais.
O livro traz um Renato sem maquiagem, com uma narração que nos transporta aos fatos. Uma aula de história. Uma aula de cultura. Uma aula sobre música.
O site do livro traz informações sobre o autor e trecho do livro, além da opinião de leitores.
Um livro que vale à pena, para ser apreciado a cada página.

Beijos

2 comentários:

Bruna D. disse...

Nossa eu sempre gostei dele... vou colocar esse livro na minha listinha de livros que pretendo comprar! Obrigada pela dica!

Bjs
Bruna
comprandomeuape.blogspot.com

Dona Amélia disse...

Sou fã do renato e da Legião até hoje, frô, e sinto uma falta tremenda de ouví-lo cantar e nos desnudar com sua poesia tão certa...
Penas que os bons morrem jovens, como ele mesmo cantava né...
Esse eu tb quero ler.

Xerinhos
Paty