segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Adeus Ana Flávia


A pequena Ana Flávia lutou enquanto pode, mas não resistiu.
A menina vaidosa, que entrava na adolescência,  surpreendeu a todos pela capacidade de enfrentar o câncer e todos os efeitos colaterais do tratamento. O mais visível, a queda dos lindos cabelos, não deixou de ser motivo para as muitas fotografias.
Há pouco mais de um mês estive com a mãe dela. Não somos próximas, mas duas mães sempre falam a mesma língua. Ela estava tranquila, tinha certeza de que o pior havia passado. Lembro-me de ter dito a ela que admirava a força que ela teve durante todo este tempo. E ela disse que, olhando para trás, também não sabia como havia resistido, atribuiu às orações. Era uma cidade inteira rezando por elas...
Ana Flávia era filha única. Não consigo imaginar o que seus pais possam estar sentindo.
Para os muitos amigos, entre elas o meu filho mais novo, é difícil entender. Como explicar uma vida que termina tão cedo?
Pelo menos o céu ficou mais alegre, pois mais uma estrela brilha ali.
Que Deus a tenha em seus braços e dê conforto à sua família.

4 comentários:

Nathalia disse...

Que triste notícia para essa segunda-feira, Sandrinha... Mas, quem somos nós para questionar a vontade de Deus, não é mesmo?

Renata Rossini disse...

Que Pena, DEUS A QUIZ DO LADO DELE.
Meu abraço a família!
Bjs amiga e boa semana pra vc.

Veronica Kraemer disse...

Sandra, que triste que fiquei, imagino a família dela e vocês aí.
Que Deus os conforte nesta hora tão difícil.
Beijos
Vero

Bruna Dalcin :: Comprando meu APÊ! disse...

Que notícia triste Sandra... mas suas palvras foram tão lindas que eu fico sem palavras para dizer algo... só peço a Deus que ilumine a família dela... e que a Ana Flávia encontre a luz... com certeza já deve ter encontrado e agora está tudo bem com ela...
Bjsss