terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Sonho de consumo do caçula: um quarto de esportista

Meus dois filhos são completamente diferentes em tudo: no jeito de vestir, o que gostam de comer, as matérias preferidas, tudo, absolutamente tudo. E costumam ser verdadeiros opostos, o que me faz ter que ter um baita jogo de cintura pra conciliar os interesses.
E tantas diferenças também se refletem na hora de sonhar com a decoração do quarto. Enquanto filho mais velho pensa em um quarto hi-tech, filho mais novo quer um quarto de esportista. E, assim como o mais velho, ele é chato, muito chato exigente.
Dá só uma olhada nos quartos que quase agradaram o "pequeno":
"O que estraga esse quarto é o número 8. Isso tinha que ser um 9, 10, até um 11... 8 não." - Em referência ao número da camisa de jogador de futebol. E no resto, está bom? "É, tá quase."
E esse? "Não gostei dessa cama. Parece mais sala de televisão. Mãe, pinta o teto do meu quarto assim?"
E que tal um grafite assim? "Legal, mas não tem de futebol não?"
Como assim, cara pálida? O quarto ali em cima não era todo de futebol?????

E assim seguimos, num jogo de mostra e coloca defeito.
Filhos adolescentes... Era tão mais fácil quando eles eram bebês!
Beijos

2 comentários:

Margarete disse...

Oi Sandra, com certeza, quando eles eram menores era bem mais fácil.
Mas eu adorei o primeiro quarto.
bjs.

Ceu disse...

O primeiro quarto é lindo,é só
tirar o 8.
Bjs